As Aparências - #PP- #5º Dia

A Paz!
Tudo bem com vocês? 

O post de hoje está saindo mais tarde do que havia marcado neh? Não consegui fazer ele antes, estava estudando durante  a tarde, esse ano presto o Enem para tentar entrar na faculdade ano que vem. Amanhã o post sairá durante a tarde *-* 


Vocês conhecem o Projeto que estou fazendo esse mês? Se não, confira  aqui e Que Deus abençoe grandemente vocês, tantos participantes quanto leitores.

Obs¹.: Os Post's sairão todos os dias durante a tarde, então fiquem atentos ao blog e a página do face , Nos Confins do Coração e acompanhe a página de uma amiga que estará trazendo reflexões aqui no blog também, Leão de Judá

Obs² .: "PP" : Projeto Provérbios


  
" Agora, pois, filhos, dai-me ouvidos, e não vos desvieis das palavras da minha boca. "
Provérbios 5:7

  Novamente vemos  a importância de ouvir as palavras de Deus, de adquirir  sabedoria e de receber as disciplinas que muitos nos dão. O quinto capítulo nos mostra um caminhar de uma pessoa que está preste a adulterar e o Senhor sempre vem alertando sobre essa situação, já começa nos dois primeiros versículos dando instrução:

" Filho meu, atende à minha sabedoria; à minha inteligência inclina o teu ouvido;
Para que guardes os meus conselhos e os teus lábios observem o conhecimento. "
Provérbios 5:1,2

   Esse é o principio que a pessoa deve ter para evitar de pecar, de desagradar a Deus e sendo mais especifica na passagem de hoje, de não cometer o adultério. Deus alertas aos seus filhos de uma forma maravilhosa sobre isso nesse capítulo, é quase um passo a passo de como as coisas acontecem, das consequências do erros cometidos e o que fazer para evitar. 

   Muitas vezes as pessoas associam o pecado como algo repentino e que é algo "horrível" aos seus olhos, contudo não é bem assim que ele funciona... O pecado é algo que acontece aos poucos, a medida que a pessoa vai abrindo brechas e ele é apresentado como um "bela bandeja", por que se fosse algo horrível aos seus olhos você não iria cair.  Veja o que é dito em Pv 5: 3-5: 

" Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais suave do que o azeite.
Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes.
Os seus pés descem para a morte; os seus passos estão impregnados do inferno. "
Provérbios 5:3-5

  Na situação do adultério, a pessoa que está no papel de "possível amante" é apresentada como boa pessoa, fala mansa, simpática e muitas outras características que lhe agradará os olhos. Assim como qualquer outro pecado, mas a diferença está no final. Assim como falou Asafe no Salmo 73, aquele que permanece em Deus, que guarda os mandamentos do Senhor no coração e não anda segundo a sabedoria dos próprios olhos terá vida com paz, mas aquele que pecar, desagradar a Deus e se manter em iniquidade se perderá.

" Quanto ao ímpio, as suas iniquidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido.
Ele morrerá, porque desavisadamente andou, e pelo excesso da sua loucura se perderá. "
Provérbios 5:22,23 
    
 O pecado só se torna horrível ao "ver", quando os seus olhos espirituais estão abertos, e a forma deles estarem assim, é cumprindo o que está escrito no versículo que trouxe para refletir com vocês e vivendo uma vida de intimidade com Deus. Guarde as palavras de Deus em seu coração, ande na luz da palavra e lembre´se:

 Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.
1 Coríntios 10:13

Fonte: Google imagens
  Toda vez que lhe vier as "bandejas tentadoras" , lembre-se dessa passagem, as tentações virão, o pecado estará sempre a sua porta 

 " ...o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo, mas sobre ele deves dominar "
Gn 4:

Seja em relação ao adultério que é o tema principal de hoje, como também mentir, ou na questão de se manter na iniquidade ou qualquer outro pecado que te distância de Deus, lembre-se do escape que o Senhor lhe dá. Ore, leia a Palavra de Deus e sempre tenha comunhão com Ele. Ouça as palavras d'Ele e não se desvie da sabedoria do Pai.  


 E é isso que queria trazer a vocês hoje, fica agora com a reflexão da minha amiga e irmã em Cristo. Deus abençoe vocês ricamente. 

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Essa reflexão agora abaixo é da minha amiga Lindaura Alves, a dona da página Leão de Judá, confira o que ela traz para nós e que Deus abençoe a vida de vocês.

Provérbios 5

“Filho meu, preste atenção no que eu digo. Atente à minha sabedoria, inclina teu ouvido à minha prudência, para que observes a discrição, e os teus lábios guardem o conhecimento.” 
Provérbios 5.1-2

   Nesses cinco dias do nosso desafio temos sido abençoados com os ensinamentos do Pai. Deus começa nos instruindo a buscar a sabedoria e com amor nos mostra os benefícios de ter sabedoria e aplicá-la em nossa vida. Agora, porém, desde o capítulo 4, Deus nos alerta sobre as más escolhas. Hoje, o capítulo 5 nos traz um conselho muito importante. 

“Se desvie das pessoas imorais, licenciosas, maldosas”

Compartilho com vocês uma experiência que vivenciei hoje pela manhã:

    ‘Na fila do banco aguardando a minha vez chegar, uma pessoa perguntou se poderia utilizar o caixa eletrônico para consulta – uma vez que o mesmo somente estava funcionando para isso, já que os demais estavam ocupados e esse só mostrava as opções de consulta – eu e outra pessoa da fila deixamos, já que não utilizaríamos o mesmo, assim que essa pessoa que havia pedido chegou ao caixa eletrônico, o caixa ao lado ficou vago – o que estava funcionando e o qual deveria ser ocupado por alguém da fila – essa pessoa então, utilizou o mesmo que desocupou passando na frente de mais ou menos vinte pessoas – fazer o bem às vezes nos atrapalha, alguém poderia pensar – Então, depois desse episódio o qual realmente fiquei irritada, pois respeito é bom e todos devem demonstrar e receber – pensando como ser humano que somos, o que também não deixa de ser verdade, porém a vida é assim – esperei a minha vez chegar novamente, e sim, mais uma vez não consegui utilizar o caixa eletrônico, dessa vez porque o mesmo que havia desocupado estava sendo utilizado pela fila de prioridade – a qual estava absurdamente grande, com pessoas de idade e sem nenhum funcionário do banco para ajudar os clientes – então, um homem me surpreendeu.
    Ele impediu aos gritos – realmente aos gritos – e com certa ignorância, que um idoso utiliza-se o caixa. Alegou que era a minha vez e que eu deveria usar o mesmo, e que depois seria a vez dele – ele não estava atrás de mim na fila, só para esclarecer – E aos berros e uma discussão realmente ignorante ele impediu que o idoso utiliza-se o caixa eletrônico e acabou ele usando o mesmo. Eu quando vi aquela cena e com todos os demais clientes do banco me encarando, falei calmamente que não estava com pressa e que o senhor idoso poderia usar, já que era a vez dele e eu realmente poderia esperar um pouco mais. No final das contas, o homem venceu aos gritos e usou o caixa eletrônico, impedindo que um senhor de idade o utiliza-se. Uma vergonha para um ser humano que um dia também ficará idoso e acima de tudo, um ser humano que deveria agir com humanidade.

  Então agora, lendo o capítulo de hoje, me deparo com o seguinte conselho: 

“Porque os lábios da mulher imoral destilam o mel, e a sua boca é mais macia que o azeite; mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes”, 
Provérbios 5.3-4

    Geralmente as pessoas que pregam, ou palestram sobre esse texto, leva a palavra “mulher” no sentido de mulher, e leva o contexto a vida de relacionamento amoroso e afetivo. Eu porém, vi esse texto de outra forma. “Porque os lábios da mulher imoral destilam o mel, e a sua boca é mais macia que o azeite”, voltando a minha experiência de hoje cedo, vamos mudar a palavra mulher para – ser humano – o homem que protagonizou o episódio de hoje estava bem arrumado, vestido com roupa social, aparência boa, olhando, uma pessoa muito bem portada. Conversando na fila parecia ser uma pessoa centrada, porém, “mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes”, a atitude dele foi amargosa, e suas palavras finais como uma espada de dois gumes, ou seja, com dois lados. 


Fonte: Google imagens
   Precisamos prestar atenção às pessoas ao nosso redor, às vezes olhamos para as pessoas e vemos algo lindo, maravilhoso, bem apessoado, bem educado, respeitoso, até mesmo nos espelhamos nessas pessoas, mas a verdadeira face, o verdadeiro eu, o que vai no coração dessas pessoas, somente Deus sabe. 
  Não estou aqui julgando o homem – não mesmo, porque não cabe a mim julgá-lo, e eu também não sei o que o levou a tal atitude – estou usando um episódio para ilustrar como muitas vezes, as aparências nos enganam, e é isso que Deus nos diz em Provérbios 5, para termos cuidado com as aparências. 
  Não sei o que levou o homem a ter aquela atitude – pressa devido a atraso no trabalho, questão de saúde e precisava sair logo do banco, e tantas outras coisas que pode estar acontecendo em sua vida – porém, sabemos que muitas pessoas são assim, e agem assim infelizmente – mais uma vez, não estou julgando ninguém, somente utilizando um episódio para ilustrar o entendimento do texto. 

   O conselho de Deus para a nossa vida é não se misture com os imorais. Não se misture com os homens maus, não conviva com as pessoas más, 

“por que, filho meu, andarias atraído pela mulher licenciosa (devassa, imoral), e abraçarias o seio da adúltera?” 
Provérbios 5.20

Por que andar no caminho mau que não leva a lugar nenhum senão ao sofrimento? 

     É isso que Deus nos alerta, andar com sabedoria e no caminho reto. Quem busca a sabedoria, não anda no caminho perverso. Agir com sabedoria, é ter discernimento, entendimento, para em todas as situações, por mais complicada que seja, ter calma, paciência e ponderar a atitude que devemos ter.  

   Muitas vezes as pessoas agem de certa forma porque não tem sabedoria, e porque não tem o temor de Deus. Temor de Deus não é ter medo de Deus, é sentir o Senhor em sua vida e saber que há tempo para tudo, será que o tempo que eu fiquei a mais na fila do banco não era para impedir que algo me acontecesse quando eu saísse de lá? 
  Ou será que a pessoa que passou na minha frente antes desse episódio, não foi para me fazer ficar ali e assistir aquela atitude e agora, em casa, poder orar pela vida daquele homem? Eu não sei o que aquele homem está passando e vivendo, mas sei agora, que ele existe e que eu como cristã e serva de Deus devo orar pela vida dele para que ele busque sabedoria e possa encontrar o Senhor e assim ser feliz. 
  Talvez o propósito dos acontecimentos de hoje, tenha esse objetivo, uma pessoa que precisa de oração e que eu posso ser instrumento de oração pela vida dele. 

  Será que você já vivenciou alguma situação “desagradável” e não entendeu o sentido dela? 

  Talvez seja que você precise orar por quem está/estava envolvido(a) nessa/em determinada situação. Que Deus possa nos tocar e nos usar para abençoarmos a vida das pessoas que necessitam do amor de Deus.

“Deixo-vos a minha paz, a minha paz vos dou, não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, bem se atemorize.” 
João 14.27

Que possamos levar a paz do Senhor Jesus a todos a nossa volta!


Autora: Lindaura Alves Pereira
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------


P.S.: Incline seus ouvidos para Deus e ouça o que Ele diz sobre as situações que você tem visto.

Share this:

Join Conversas

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário